domingo, 16 de maio de 2010

Coração apertado



Lá estava eu, sentada em dos bancos da Delegacia, me perguntando como aquilo foi acontecer. Tudo que eu lembro é que tínhamos tido uma pequena discussão no apartamento do prédio em que morávamos, ao meu ver besteira, nada que pudesse causar tamanha confusão. Então sai do apartamento ainda enfurecida, mas precisava trabalhar. Quando voltei, entrei em seu quarto a sua procura mas ele não estava, as suas gavetas estavam escancaradas sem nada dentro, então meu coração se apertou, meu Deus onde meu pequeno, minha paixão tinha ido? Provavelmente a esta altura já estava com malas e cunha, em algum lugar desconhecido, desprotegido. Enquanto eu estava perdida em meus pensamentos, um policial veio em minha direção informando-me que filho, meu filhinho, tinha sido encontrado, estava na rodoviária tentando comprar passagens para outra cidade, mas por não estar acompanhado por um responsável ainda não havia conseguido. Então me direcionei até a rodoviária e o vi com pequenas malas, as lágrimas escorreram e o abracei. Agora estava aliviada.
- Pauta para o Blorkutando

2 comentários:

Vitória Silva - @MyRadar_ disse...

Tens tudo para ficar no pódio. O texto é lindo.

Tati disse...

ótimo texto. nada há amor mais sincero que o amor maternal. te seguindo :*

 

Blog Template by YummyLolly.com - RSS icons by ComingUpForAir