sábado, 3 de abril de 2010

Excesso de Liberdade.


Estou tão aliviada, é tão diferente não estar presa ao seu mundo tão limitado, quando acordei me senti meio perdida sem saber o que fazer, estava tão cega no seu mundo que deixei que meu cérebro se acostumasse com aquela rotina que você programou pra mim. Hoje fique tonta de tanta liberdade, senti apenas falta de seus beijos que foram tornando-se quase que obrigatórios, você fazia tudo para não me perder, tirou toda minha liberdade, mas fez errado, eu precisava apenas de teu amor e ainda estaria aí, mas essa doença fez com que eu despertasse, "eu não preciso de um general". Foi duro te dizer que não queria mais, ver todas aquelas lágrimas rolando, aquela doce voz dizendo que me ama que não ia desistir de mim, você fez meu coração partir em pedaços. Você nunca vai me entender, mas eu preciso viver.

4 comentários:

Regina Zanette disse...

"Você nunca vai me entender, mas eu preciso viver." Talvez tenha tomado a melhor decisão, mas se ainda tiver dúvidas ou arrepender-se disso, reflita. Ainda há tempo de voltar atrás.

Thaís. disse...

Acho que no teu lugar, eu tomaria a mesma decisão.

Anônimo disse...

Foi a melhor decisão a se tomar :/ - amanda

Rodolpho Padovani disse...

A liberdade exige um preço a se pagar... às vezes acertamos ao escolhê-las, as vezes não, mas sempre se pode recomeçar =D

Bjs.
Ótima páscoa!

 

Blog Template by YummyLolly.com - RSS icons by ComingUpForAir